IMPLEMENTAÇÃO

CNME – CENTRO NACIONAL DE MÍDIAS DA EDUCAÇÃO

A implementação do CNME iniciou em 2018 com o propósito de instituir com ação contínua de apoio ao estados e aos municípios. Estão participando da primeira etapa escolas estaduais do ensino médio do Amazonas, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo, Tocantins.

As escolas participantes foram equipadas com:

  • 1 Antena de 2,4 m de diâmetro;
  • 1 BUC (receptor e transmissor de dados);
  • 1 LNB (conversor de sinal de satélite);
  • 1 Modem satélite.

A conexão entre a antena e o modem é feita por cabos coaxiais.

Equipamentos diretamente para a sala de aula:

  • TV (a princípio 43”) ou um projetor de LED portátil, se o ambiente puder ser escurecido.
  • set-top box android
  • microfone
  • web câmera
  • cabos correspondentes
  • notebook do técnico a ser utilizado também pelo professor para interatividade
  • antenas, monitores, computadores, entre outros.

Desde agosto de 2018, foram formados 12 professores da rede pública de diferentes estados para atuarem no estúdio do Centro Nacional de Mídias da Educação e 150 professores mediadores de diferentes escolas.

As turmas de Ensino Médio, compostas por cerca de 10 mil estudantes, estão participando de aulas eletivas, sobre tecnologia e mundo do trabalho, oferecidas em três turnos (manhã, tarde e noite) e transmitidas ao vivo e com interação em tempo real a partir do estúdio do CNME, atualmente instalado em Manaus. Hoje, 53% das escolas públicas conectadas ao CNME estão localizadas no interior e 47% nas capitais. As temáticas foram sugeridas pelas Secretarias de Educação participantes.

Professores e estudantes podem também se conectar neste site ou baixar gratuitamente o aplicativo do CNME (sem consumo do pacote de dados da internet).

FONTE
ALTO CONTRASTE